Busca de Noticias

Notícias

Obras do telhado sustentável da Câmara iniciam em janeiro

Foi assinado na tarde desta terça o contrato com a empresa vencedora da licitação para a obra do novo telhado da Câmara de Cachoeirinha. O projeto é inovador, sendo referência de cuidado com o meio ambiente, tendo a captação da água da chuva para reuso nos banheiros e pátio. A intenção inicial do projeto visava apenas acabar com os problemas de infiltração em dias de chuva. 
Segundo o presidente da Câmara, Marco Barbosa, após uma série de discussões sobre as ações de sustentabilidade do Poder Legislativo, chegou-se a esse objetivo, levando em consideração a importância de investir em projetos sustentáveis em Cachoeirinha. "O estudo para esse novo telhado contou com profissionais capacitados na área. Nossa intenção é tornar a Câmara modelo no cuidado com o meio ambiente", destacou o presidente.
O processo de licitação contou com 11 empresas participando da disputa. O valor estimado da licitação foi de R$ 302.880,34. A proposta vencedora foi de R$ 209.353,73, ou seja, uma redução de 30,88% da proposta original. As obras iniciam na segunda semana de janeiro de 2018.

Prestação de contas da Câmara

No dia 20 de dezembro, às 18h, a Câmara de Cachoeirinha realiza a sua prestação de contas do ano legislativo de 2017.

A Câmara Municipal de Cachoeirinha convida para a sessão solene Cidadão Honorário e Benemérito

A Câmara Municipal de Cachoeirinha convida para a sessão solene em homenagem ao Cidadão Honorário e Benemérito, que ocorrerá dia 14 de dezembro, às 19h. O título é concedido às pessoas em razão da prestação de serviços relevantes ao Município.

Estes serão os homenageados do ano de 2017:


André Lesnik
Carlos André Boeira de Oliveira
Carlos Panni dos Santos
Cíntia Fernanda Vieira Dias
Janaína Paim Jacques
Lourdes Führ de Borba
Lorete Ester Gonçalves Terra
Luiz Vicente da Cunha Pires
Mairi de Fátima Gomes de Freitas
Mário Augusto do Nascimento Nunes
Neusa Rosane Basilewitz
Pedro Paloschi
Raquel Moreira dos Santos

Estudantes de Direito discutem Lei Maria da Penha na Câmara

Na noite desta quinta (16/11) a Câmara de Cachoeirinha foi espaço de discussão entre os alunos do curso de Direito da Faculdade Cesuca. A aula da disciplina de Estágio de Penal, coordenada pela Professora Tatiana Vizzoto Borsa, foi realizada no Plenário do Poder Legislativo, dando oportunidade para os estudantes discutirem o tema "Lei Maria da Penha e seus enfrentamentos nos dias atuais: Teoria X Realidade".
Marco Barbosa, presidente da Câmara, foi convidado a ser mediador do debate, trazendo questões da lei que necessitam ser revisadas para garantir a sua efetividade.

Sessão Mérito Esportivo

No dia 11 de dezembro, ocorreu na Câmara Municipal de Cachoeirinha a Sessão Mérito Esportivo.

O evento busca homenagear pessoas que contribuem para o desenvolvimento do esporte na nossa cidade.

Os nomes dos indicados são:

Adriano Vidal dos Reis

Carlos Alberto Freitas Alexandre

Carlos Roberto Ayres Ocanha

Eduardo da Silveira Cunha

Éverson Alves Bittencourt

Felipe Silvane da Silva Forte

Luiz Eduardo dos Santos

Manoel Henrique Pires de Oliveira

Roberto da Silva Azad

Sirlei dos Santos Xavier

Academia Bem Estar

Projeto Relíquias

Confira as fotos!

Presidência da Câmara apresenta resultados positivos na gestão

Foram divulgados nesta quinta, 16 de novembro, os índices atualizados da gestão da Câmara Municipal de Cachoeirinha, apresentando os resultados dos principais itens administrados pelo Poder Legislativo. Dos 13 itens analisados entre os meses de janeiro a setembro de 2017, em comparação com o mesmo período no ano passado, houve a redução de custos em um total de 9 itens. 
Estas economias são resultado do acompanhamento mensal dos índices, política de gestão adotada pela presidência da Câmara. Somente na planilha de folha de pagamento, responsável por quase 70% dos custos, houve uma economia de mais de R$ 290 mil, referente aos custos com vereadores, funcionários efetivos, cargos em comissão e estagiários. Ao longo do ano, houve a adequação do número de estagiários, havendo uma redução de 56%, e a extinção de 10 cargos em comissão da mesa diretora.
Também é destaque a economia com publicidade institucional, chegando a uma redução de 100% em relação ao ano anterior em que os gastos neste mesmo período totalizaram R$ 13.660. Com relação ao uso do serviço de correspondências, a Câmara alcançou uma redução de 32%, baixando de R$ 32.121,25 para R$ 21.873,05.
O serviço de sonorização, contratado para as sessões ordinárias, reunião das comissões e eventos do Poder Legislativo, obteve uma redução de 15%, passando de 41.600,49 para R$ 35.255,14. Fato interessante a ser observado é o aumento da utilização do serviço de sonorização neste ano, visto que a reunião das comissões passou a ser gravada em vídeo, necessitando, portanto, de sonorização. Mesmo assim, os custos com o serviço foram menores em comparação a 2016.
Foi reduzido 44% no item dos gastos com passagens aérea. Em 2016, entre janeiro e setembro, a Câmara gastou R$ 40.288,10. Em 2017, reduziu para R$ 22.626,14. No item diárias com hospedagem, houve uma redução de 54%, baixando de R$ 53.106,04 para R$ 24.370,58. Também destaca-se a redução com os gastos de transporte, fruto da revisão de contrato com a empresa prestadora do serviço e limitação do uso do carro oficial. Houve uma redução de 29%, baixando de R$ 71.021,33, no ano passado, para R$ 50.405,07, neste ano.

Economia e sustentabilidade
A política de sustentabilidade que está sendo implementada nesta gestão do Poder Legislativo quer alcançar maiores índices de economia nos gastos com energia elétrica e consumo de água. Os dados revelaram um aumento de 2% no item energia elétrica, em comparação ao ano de 2016, de janeiro a setembro. Porém, apenas analisando o trimestre de julho a setembro, houve uma redução de 13% em comparação ao mesmo trimestre do ano anterior. No item consumo de água, houve uma economia de 2%, redução também atingida com a análise do trimestre julho a setembro, chegando a 55%.
Os gastos com combustível, referente à cota destinada aos vereadores, ficaram superiores a 40%. Em 2016, de janeiro a setembro, foi gasto R$ 36.047,71. Neste ano, os gastos foram de R$ 50.366,88. É importante analisar que em 2016, devido ao período de campanha eleitoral, a cota combustível foi suspensa ao longo do período.

Presidente analisa os índices

O presidente da Câmara de Cachoeirinha, Marco Barbosa, relata que estes índices apresentam o esforço em se fazer uma gestão eficiente na economia do dinheiro público. Além dos resultados positivos na redução de custos, muito tem se investido para tornar o Poder Legislativo melhor no atendimento à população. “Neste ano, diversas foram as mudanças que realizamos na rotina da Casa, desde o melhor atendimento ao cidadão na recepção da Câmara, passando pela informatização dos processos, tornando os espaços mais transparentes e garantindo que o cidadão acompanhe melhor seus vereadores. A nova Sala da Comissões é exemplo disso, bem como todo o investimento em comunicação, facilitando o acesso às ações realizadas pela Câmara”, destacou Marco.